Notícias

Atlético vence o Rosario Central na Libertadores – Balcao News – Notícias de BH

Em um confronto marcado pela emoção e habilidade, o Atlético confirmou a liderança do Grupo G da Copa Conmebol Libertadores ao derrotar o Rosario Central por 2 a 1.

A partida ocorreu na noite desta quarta-feira, 10 de abril, na Arena MRV, marcando a estreia da equipe alvinegra no seu novo estádio com uma vitória calorosa.

Estreias e gols memoráveis

O Atlético, sob o comando de Gabriel Milito, exibiu um futebol de alta qualidade, especialmente no primeiro tempo, onde dominou o campo com posse de bola substancial e criou várias oportunidades de gol. A rede balançou primeiro com um belo gol de Gustavo Scarpa, que, após assistência de Hulk, encontrou o canto do gol com um chute preciso de pé esquerdo.

No decorrer do segundo tempo, o Rosario Central pressionou e chegou a igualar o marcador, após aproveitar um erro na defesa atleticana. Malcorra foi o responsável por colocar a bola no ângulo, deixando o placar empatado.

No entanto, a alegria dos visitantes durou pouco, Paulinho se redimiu do gol feito perdido no primeiro tempo em uma jogada bem construída pelo lado esquerdo com Guilherme Arana, conseguiu encontrar o espaço necessário para desferir um chute vitorioso, garantindo assim, o segundo gol para o Galo e a vitória no jogo.

 

Milito: “o segundo tempo foi mais desafiador. Perdemos um pouco do controle que tínhamos antes, e o Central conseguiu empatar”. Foto: Pedro Souza/CAM.

Milito após a vitória: “Nada será fácil”

Após a importante vitória, o treinador Gabriel Milito compartilhou suas impressões sobre o desempenho e o resultado obtido pela equipe em seu estádio. Conhecido como El Mariscal, Milito elogiou a atuação do time no primeiro tempo e a resiliência após o empate para assegurar a vitória.

“Estamos na Copa Libertadores, enfrentando um campeão do futebol argentino (Copa da Liga). Nenhuma partida é fácil. Hoje, aprendemos muito”, afirmou.

Ele continuou: “Estou satisfeito com a mentalidade da equipe. Sobre a qualidade técnica, nem é necessário mencionar. Mas ela, por si só, não garante vitórias. É preciso ter a mentalidade certa, e meus jogadores demonstraram ter. Espero que continuemos a evoluir em todos os aspectos do jogo – defensivo, ofensivo e psicológico”.

O Atlético marcou primeiro com um gol de Gustavo Scarpa, graças a uma assistência magistral de Hulk. A equipe criou mais chances de gol e teve momentos de brilhantismo na defesa. No entanto, um erro na saída de bola permitiu ao Rosario Central empatar a partida. Apenas três minutos depois, Paulinho garantiu a vitória com um gol concluído após uma jogada coletiva pela esquerda.

“Fomos dominantes no primeiro tempo, fizemos o gol, rompemos a defesa do Rosario Central e controlamos os contra-ataques de maneira eficaz, com Saravia se destacando contra Campaz. Tivemos a paciência necessária para manter a posse e criamos diversas chances de gol. Teoricamente, poderíamos ter ido para o intervalo vencendo por 2 a 0”, Milito analisou.

Ele adicionou: “O segundo tempo foi mais desafiador. Perdemos um pouco do controle que tínhamos antes, e o Central conseguiu empatar. Felizmente, graças ao talento de nossos jogadores, rapidamente marcamos o segundo gol. Nossa intenção era retomar o controle do jogo através da posse de bola, o que se provou difícil. Tivemos que aprender a lidar com a pressão em certos momentos”, concluiu o técnico.

Próximos desafios

Após um início promissor na Libertadores, com duas vitórias em dois jogos, o Atlético já tem seu próximo desafio marcado contra o Peñarol, no dia 23 de abril, novamente em casa, na Arena MRV. Antes disso, a equipe se concentra no campeonato Brasileiro, onde enfrentará o Corinthians fora de casa, seguido por duelos contra Criciúma e Cruzeiro, ambos a serem jogados em seu estádio.

Ficha técnica: Atlético 2 x 1 Rosario Central

Campeonato: 2ª rodada da fase de grupos da Libertadores
Data e horário: quarta-feira, 10 de abril de 2024, às 19h
Local: Arena MRV, em Belo Horizonte

Atlético:

Everson; Saravia, Jemerson, Mauricio Lemos e Guilherme Arana; Battaglia, Alan Franco, Zaracho (Otávio) e Gustavo Scarpa (Alisson); Hulk (Igor Gomes) e Paulinho.
Técnico: Gabriel Milito

Rosario Central:

Jorge Broun; Emanuel Coronel, Facundo Mallo, Carlos Quintana e Agustín Sández; Kevin Ortiz, Mauricio Martínez (Giaccone), Tomás O’Connor, Ignacio Malcorra e Jaminton Campaz; Tobías Cervera (Martínez Dupuy).

Técnico: Miguel Ángel Russo

Gols: Gustavo Scarpa (38’/1ºT), Malcorra (28’/2ºT) e Paulinho (30’/2ºT)

Cartões amarelos: Guilherme Arana e Jemerson (Atlético) Campaz e Ortiz (Rosario Central)

Árbitro: Kevin Ortega (Peru)
Auxiliares: Michael Orue (Peru) e Jesus Sánchez (Peru)
VAR: Augusto Menendez (Peru)

Público: 34.917
Renda: R$ 2.117.722,21.

Leia mais:

Fonte: Balcão News

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *